Regulamento Interno de 2015

03-02-2015 20:27

Regulamento Interno 2015

 

    Tal como nos anos de 2013 e 2014, e de acordo com o definido nos Estatutos da “Tertúlia Rambóia”, abaixo se estabelece o Regulamento Interno para o ano corrente, elaborado na Reunião de Direcção tida em 10 de Janeiro e apresentado/apreciado pelos 26 sócios presentes na Assembleia Geral (num total de 37 sócios activos, com 6 faltas justificadas e 4 não justificadas), realizada no mesmo dia. Considerando o ano excepcional em que nos encontramos, em função das comemorações do nosso 10º Aniversário, escusado será dizer que, mais do que em qualquer outro momento, se espera o cumprimento integral por parte de todos os sócios do exposto neste Regulamento e também que não existirão qualquer tipo de excepções à aplicação das sanções nele enunciadas.

 

Ponto nº 1: Valores e modalidades de pagamento de Quotas

    Uma das primeiras e principais questões abordadas na Reunião de Direcção acima citada foi o da análise do valor de quotas a cobrar no ano de 2015, levando essencialmente em conta as eventuais despesas acrescidas, relacionadas com os eventos do Aniversário. Foi, no entanto, unânime, a opinião de que deveríamos manter os valores e as modalidades de quotas inalterados em relação ao ano transacto, com o objectivo de não onerar em demasia os sócios, facilitando a sua participação e continuidade na Tertúlia e procurando vias alternativas de financiamento. Temos assim, à semelhança de 2014, duas modalidades e prazos para o pagamento das Quotas, sendo livre a escolha de uma ou outra, por parte de cada sócio:

        1) Pagamento de quatro quotas trimestrais, num total de 90€:

                a) 22,50€ até final de Fevereiro;

                b) 22,50€ até final de Abril;

                c) 22,50€ até final de Julho;

                d) 22,50€ até final de Outubro;

        2) Pagamento de 140€ anuais: Tal como anteriormente, este valor poderá ser saldado em duas prestações de 70€ cada uma, a pagar, respectivamente, até final de Fevereiro e final de Julho, mantendo-se como ofertas o Sábado completo de Colete Encarnado e o primeiro Sábado completo da Feira de Outubro.

 

Ponto nº 2: Incumprimentos

No respeitante a este ponto, mantiveram-se exactamente as mesmas condições definidas em 2014, pelo que o texto do Regulamento permanece inalterado, resultando no seguinte:

        a) Em primeiro lugar fica desde já estabelecido que todo o sócio com dívidas pendentes relativamente a quotas, actividades e produtos do ano anterior deixará de ser considerado como sócio activo a partir do mês de Fevereiro, perdendo por isso o direito de ser oficialmente convidado para as nossas refeições e actividades;

        b) No seguimento da alínea anterior, a mesma regra se aplica a todos os elementos da Tertúlia que apresentem dois ou mais trimestres, ou um semestre de pagamentos em atraso, relativos ao ano corrente. No que diz respeito a este assunto existirão também multas pecuniárias referentes aos atrasos na liquidação das quotas, que serão aplicadas da seguinte forma: por cada trimestre/semestre em falta, multa de 10€, a ser aplicada sem excepções a partir dos últimos dias indicados no Ponto nº 1 para a regularização da quota em questão;

        c) Sem prejuízo no disposto nos pontos anteriores, todos os sócios estão obrigados a respeitar os códigos de conduta definidos nos nossos Estatutos e implícitos na forma de funcionar, nos objectivos e na mentalidade da “Tertúlia Rambóia”;

 

Ponto nº 3: Angariação de capital extra, destinado às comemorações do 10º Aniversário

    Seguindo o estabelecido no Ponto nº 1, relativamente à manutenção do valor de quotas e à procura de formas alternativas de aumento de receitas, foram tomadas, por enquanto, as seguintes decisões:

        a) Distribuição de um livro de 20 rifas por cada sócio, em dois momentos do ano, o primeiro com a venda a decorrer até ao final de Abril, cujo prémio a sortear serão dois bilhetes para a tradicional Corrida de Maio na “Palha Blanco” e o segundo, com a venda a estender-se entre a Feira de Outubro e o Natal, sorteando um cabaz alusivo a esta época do ano. Com cada rifa a ter um valor unitário de 1€ e de forma a evitar a fraca adesão a preocupação que os sócios tiveram com este tipo de iniciativa no passado, convencionou-se que cada um pagará adiantados os 20€ respeitantes ao livro que lhe for atribuído, revertendo depois para si as receitas amealhadas e tendo apenas de entregar os duplicados das rifas vendidas para entrarem nos respectivos sorteios. Reforçamos que esta atitude nasceu da fraca motivação e empenho demonstrados em momentos anteriores e não pretendemos prejudicar ninguém, já que cada um nós certamente venderá com extrema facilidade o livro que lhe for atribuído.

        b) Criação do “Cartão de Simpatizante”, o qual, a troco de um valor de 25€ anuais, pagos no momento da adesão, proporcionará aos seus detentores participar nas actividades desenvolvidas pela Tertúlia a um preço inferior ao dos Não-Sócios e oferecerá ainda um pólo comemorativo do 10º Aniversário e cinco bebidas gratuitas no Colete Encarnado e outras cinco durante a Feira de Outubro;

 

Ponto nº 4: Encomenda de pólos comemorativos do 10º Aniversário

    Em relação a esta alínea e após decisão maioritária dos elementos da Direcção, posta também a escrutínio dos sócios presentes na Assembleia Geral, foi decidido que a côr do pólo a encomendar se manteria no nosso vermelho tradicional, com os desenhos e slogans a incluir ainda em fase de definição.

 

Ponto nº 5: Constituição da Direcção no ano de 2015

    Para conhecimento de todos os sócios estes são os elementos da Direcção da Tertúlia para 2015, contando com o especial empenho e dedicação de todos eles para levar a bom porto as comemorações de um ano que todos queremos especialmente inesquecível: Diogo Câncio “Che” (Presidente), José Filipe Câncio “Pipe” (Vice-Presidente), Ana Santos “Aninhas” (Secretária-Geral), e os vogais Ricardo Mendes “Dudu” (substitui Flávio Teles “Canina”), Alexandre Carvalho “Migas”, Ricardo Rosa (substitui Mónica Abreu), Ricardo Miguel “Matreco”, Vítor Matos “Vitorino”, Cátia Rocha, Marco Baptista, Tiago Rocha, Dora Seno (substitui Carla Abreu), Lilia Caravela, Lígia Teles e Cristina Miranda (substitui Gonçalo Ventura), totalizando o mesmo número de elementos da Direcção anterior.

 

    Durante este ano, e especialmente neste seu início irão muitas vezes ouvir da minha parte o  apelo que se segue… Para um grupo como o nosso, pelo qual já passaram 91 sócios e que soube, definitivamente conquistar o seu lugar na Tradição, nas Festas e entre as gentes de Vila Franca, não só pela beleza e riqueza do seu espaço, mas também pela sua alegria, dinamismo e arte de bem receber, a comemoração de 10 Anos de Vida é, sem dúvida um marco de extrema importância na sua História. Só com o empenho e a dedicação de todos, demonstrando que a “Tertúlia Rambóia” é mais do que um simples local ou desculpa para convívio e para uns momentos de “farra”, mas antes um verdadeiro elemento da nossa identidade, conseguiremos levar a bom porto e com o máximo sucesso todas as iniciativas que temos idealizadas para este glorioso ano. É responsabilidade e dever de cada um de vós, agora que são definitiva e obrigatoriamente chamados a colaborar (nem que seja pelo cumprimento atempado de prazos e pagamentos) provar que o nosso slogan não é fruto de um mero acaso e define, sem sombra de dúvida, um conjunto de pessoas, para quem a Tradição e a Festa são uma componente essencial das suas vidas, sempre alicerçadas no supremo de todos os valores que procuramos cultivar: a Amizade.

    Por isso, meus caros sócios e amigos, em nome da “Amizade, Festa e Tradição” vamos todos unir-nos e construir um 2015 para a História, provando mais uma vez que “no Colete, em Outubro e na Festa, não há Tertúlia como esta!”. Conto com todos e cada um de vocês!

 

                                           Com muita amizade,

João Diogo Câncio

 

Vila Franca de Xira, 2 de Fevereiro de 2014